COROATÁ: família Amovelar usa estrutura para disputa em Pirapemas

Visando expandir os tentáculos políticos e financeiros, a família Amovelar se debruça diuturnamente para conquistar seus objetivos não somente na cidade de Coroatá, onde possui uma fonte de renda concedida pela população.

Mas, também, no interior vizinho que, o caçula da família tem o nome fortemente trabalhado pelo patriarca e o suposto uso da maquina pública de Coroatá para influenciar no pleito eleitoral de outra cidade.

Imagens obtidas pelo Blog do Neto Ferreira (veja acima) mostram o caminhão da Milenius Iluminação Ltda, sendo usado no evento denominado ‘pega de boi no mato’, realizado na Avenida Antônio Ribeiro, bairro Ceac, que tinha finalidade de autopromoção de Matheus da Amovelar, sendo este pré-candidato em Pirapemas.

No entanto, a empresa de Iluminação é, simplesmente, detentora de diversos contratos com a gestão do irmão de Matheus, o prefeito reeleito de Coroatá Luis Mendes Ferreira Filho, popularmente conhecido como Luis Filho (PT).

Além desse caso, a reportagem obteve com exclusividade extratos de pagamentos que revelam corrupção explicita como – por exemplo -, empresas prestadoras de serviços do município pagando diversos boletos da família Amovelar.

De acordo com a Lei, a utilização de serviços, máquinas e materiais da Prefeitura, autorizada ou não pelo prefeito, em benefício de particulares, configura o delito “peculato, tipo de crime contra a administração pública, tipificado no art. 312 do Código Penal (Lei 2.848/40). Ele ocorre quando um funcionário público apropria-se ou desvia, em favor próprio, de dinheiro ou valo e a pena pode chegar de dois a doze anos de reclusão e multa.

Fonte: Neto Ferreira

One Response

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidades